por Daniel Ruy Pereira

O que estamos querendo dizer
Quando dizemos “Aleluia”?

Uma palavra que manobra na língua
E serve de manobra pra todas as línguas
Palavra camaleão,
Muda de cor de acordo com o plano de fundo

Quando dizemos Aleluia pra alguém
O que estamos tentando dizer?

Queremos dizer “okay”
Queremos dizer “é verdade”
Queremos dizer “obrigado”
Queremos dizer “legal”,
Frequentemente comunicando
Sermos o que não somos

Quando gritamos “Aleluia” em microfones imaginários
O que estamos querendo dizer?

Queremos dizer “caramba!” ou “faz sentido!”
Queremos dizer “toma, trouxa” pra um conhecido que ouve um sermão
Queremos dizer “eu não sou assim” pra quem prega um sermão
Queremos dizer algo
pra não ficar sem algo pra dizer

Quando sussurramos “Aleluia” sob o olhar de coruja das paredes
O que estamos querendo dizer?

Queremos dizer “Obrigado”
Queremos dizer “Só Você mesmo!”
Queremos ficar sem algo pra dizer
Porque tudo o que dissermos ao Interlocutor, nessa ocasião,
É vazio como a mão de um devedor
que baixa a cabeça para o seu credor rico

Agora, quando Ele ouve “Aleluia”
Ele sabe exatamente o que estamos querendo dizer
Isso não é lindo e terrível?

Anúncios