Algumas reflexões derivadas das ideias do meu amigo Samuel Jonatas, sobre Efésios 4:4-16, sobre a GRANDE pergunta: “Quem sou eu?”

Anúncios